◍ Cri(a)tividade ☂ Pessoal

◍ vinte perguntas feitas a uma escritora.

15 de Janeiro, 2020

           Então, esta publicação é bem aleatória porque é uma tag que eu criei para quem é escritor (publicado ou não) para poderem falar um pouquinho mais do que escrevem e como escrevem. Acho que fiz perguntas muito pertinentes e diversas para poderem conhecer melhor todo este processo de escrita que, pelo menos a mim, causa dores de cabeça (boas e más). Acho que cobri bem as bases, mas se tiverem mais perguntas podem deixar abaixo e podem até fazer aos vossos escritores favoritos se tiverem essa possibilidade.

1. Há quanto tempo é que escreves?

           Desde sempre escrevi e tive muita imaginação. Escrever a sério com o objetivo de levar as pessoas para outro lugar, foi só há 10, 11 anos.

2. Em que sítio gostas de escrever?

           Se for algo que tenho planeado exatamente como quero que aconteça, ou seja uma obra, normalmente é no escritório porque tenho os apontamentos comigo. Quando são textos aleatórios, é em qualquer lado que venha a inspiração – é só pegar no telemóvel e escrever.

3. Qual é o teu género favorito para escrever?

           Romance e ficção.

4. Onde ou como costumas ter mais ideias para escreveres?

           Normalmente as ideias vêem ter comigo nos meus sonhos ou quando estou a tomar banho. Juro que tenho imensas livros e contos para escrever que são saídos dos meus sonhos ou de longos pensamentos nas sessões de banho.

5. Escrever mais em computador ou à mão?

           Consigo escrever com mais facilidade no computador só porque sou muito mais rápida e como a minha linha de raciocínio é muito rápido, preciso que a minha escrita acompanhe a minha cabeça.

6. Costumas ter bloqueios criativos? Se sim, como os ultrapassas?

           Já tive mais, mas o truque para ultrapassar é mesmo perceber porque é que não consegues escrever. A razão, muitas das vezes, não é falta de inspiração ou não saberes o que escreveres, é algo no teu consciente ou inconsciente que te prende. O truque para não ter bloqueios criativos é mesmo não passar longas temporadas sem escrever – nem que seja descrever o sol, escrever todos os dias ajuda.

7. Que snacks e bebidas tomas enquanto escreves?

           Normalmente só trago comigo cappuccino ou água, comida tento não trazer porque, na minha cabeça, vou-me distrair com ela.

8. Que tipo de música ouves enquanto escreves?

           Depende muito do que estou a escrever. Vai muito com aquilo que a música me transmite e se estiver a escrever algo triste, ouço algo triste; se for algo feliz, é algo feliz.

9. Tens alguma rotina de escrita? Se sim, qual é?

           Estou a tentar criar uma porque dizem que rotinas são boas para habituar o cérebro a preparar-se para se concentrar numa tarefa. Para já, não tenho.

10. Que personagem tua gostavas de ser?

           Muito honestamente, tenho duas personagens. Gostava de ser a Emma Reed (Evanescente) só porque ela é uma autora com muito sucesso e gostava de ser a Dafne Morgan (Persona) porque ela vai ser uma mulher poderosa e forte no futuro da história.

11. Em que obra tua gostarias de viver? 

           Ainda não está escrita, mas tenho uma história que é sobre poderes mágicos e todo o mundo da fantasia. Adorava ter poderes mágicos.

12. Qual é o(a) teu/tua escritor(a) favorito(a)?

           Esta pergunta é muito complicada para mim porque sinto que não dar esse título a alguém de quem só li um livro?! Ainda assim, vou dizer que é quase dos meus favoritos o Mark Manson pela maneira como ele consegue dizer o que uma pessoa já sabe, mas de uma forma diferente e pela maneira como consegue captar atenção do leitor.

13. NaNoWriMo é um sim ou um não?

           Para mim é um sim porque ajuda a ter o primeiro rascunho de uma obra. Mesmo que eu seja muito má a cumprí-lo.

14. Escreves espontaneamente ou planeias como queres que o livro se desenvolva?

           Tenho de planear, o meu ser não me permite ser espontânea. Aliás, a prova disso é que tenho um caderno direcionado só para conteúdos de criação de histórias.

15. Qual é a tua maior distração enquanto escreves?

           Para além da minha gata que tem sempre de andar de um lado para o outro no meu escritório, a internet e o telemóvel. Às vezes, os meus próprios sentimentos metem-se no caminho porque começo a chorar ou acabo por ter ideias para outras coisas.

16. Gostas de escrever coisas entre-as-linhas ou gostas de ser direto(a) com a tua escrita?

           Os dois. No entanto, o meu favorito é mesmo escrever coisas que não estão diretas nas palavras. Criar imagens inconscientes na mente de alguém é tão bom quando as percebem, deixa-me feliz porque acabam por mostrar que estão mesmo interessados na escrita.

17. Já tens alguma coisa publicada (seja online, seja fisicamente)?

           Sim, além de estar online no Wattpad, tenho um livro físico chamado Evanescente.

18. Qual foi a primeira coisa que te lembras de escrever?

           Textos sobre os meus sentimentos e fanfictions sobre a Selena, a Demi, a Miley e os Jonas Brothers. Eu sei, muito óbvio.

19. Se pudesses ter um superpoder qualquer ou se pudesse inventar um, qual seria?

           Eu queria poder tornar as minhas ideias em realidade porque há dias que é tão difícil conseguir concretizá-las.

20. Porque é que escreves?

           Eu escrevo porque é um alívio para mim conseguir por em palavras o que sinto, o que penso e o que quero que as outras pessoas sintam. Tudo o que escrevo, desde textos a obras, tem tudo uma razão para existirem. Acho que a escrita consegue unir pessoas, de certa forma. E há pessoas que não conseguem expressar os seus sentimentos verbalmente e escrevem, e também há pessoas que não conseguem expressar os seus sentimentos e encontram o que querem dizer nas palavras de outras pessoas e acho incrível quando isso acontece. Eu tenho gente que me disse que descrevi-a exatamente o que estavam a sentir e que já não se sentiam sozinhos, ou pessoas a dizerem que as pus a chorar com as minhas palavras. E eu adoro essa transmissão de sentimento que a escrita permite ter.

           Estou mesmo entusiasmada com esta tag ou com este desafio de perguntas. Qualquer um pode responder às mesmas, mas neste momento vou mencionar a Angie do blog The Little Angie, a Vera Carvalho do blog A Poesia Para Ti, a Catarina Magalhães do Wattpad. Espero que se divirtam a fazer a tag se tiverem a possibilidade.

           Espero que também tenham gostado de terem conhecido mais um bocadinho desta coisa toda de escrever.

Até já, 

  • Reply
    Catarina A. C. Magalhães
    15 de Janeiro, 2020 at 23:34

    Olá, Marta! Adorei esta ideia e vou com certeza partilhar as minhas respostas no meu blogue! Identifiquei-me com algumas respostas tuas e com outras foi totalmente ao lado, então achei super interessante a maneira como duas pessoas que fazem algo muito parecido podem ter maneiras de o fazer bastante diferentes!

    Obrigada por me escolheres e continua com o ótimo trabalho <3

    • Reply
      Anónimo
      21 de Janeiro, 2020 at 23:15

      Olá linda!
      Acho que é muito bonito conhecer o processo de escrita de um autor, por isso que achei divertido criar esta tag e ter tantas perguntas.
      Espero que gostes de responder às perguntas e obrigada por teres lido <3

      OBRIGADA pelo apoio e continua com a tua escrita maravilhosa!

Diz o que pensas! ;)

Blog Stats

  • 287 hits

%d bloggers like this: