☂ Pessoal ✿ Desenvolvimento Pessoal

☂ os meus objetivos para 2020.

1 de Janeiro, 2020

OLÁ 2020. OLÁ A TODOS!

Este é a primeira publicação de 2020 e sinto que é um sinal por ter calhado no dia de publicar do blog. As quartas-feiras são um dia especial para mim, não me perguntem porquê. Apenas gosto muito do dia e é exatamente por isso tenho tido este dia como o dia do blog. Ora, hoje trago os meus 20 objetivos para 2020 e talvez consiga trazer o passo-a-passo quando os concluir. Espero bem que consiga cumprir todos até ao final do ano, pelo menos. São 365 dias, são 365 novas tentativas. Então, vamos lá dissecar e explicar o porquê deles.

1. Ler 12 livros.

Em 2019 consegui ler 10 livros e metade de dois livros (que ainda não acabei). Ora, neste novo ano queria acabar um livro por mês. A maneira que vou tentar arranjar de conseguir chegar lá é ler cerca de 1 capítulo ou 20 páginas por dia. Vou estar atualizar as minhas leituras no Goodreads e conseguem ver, também, na barra lateral do site.

2. Visitar Paris & Disneyland.

Estou já há 2 anos a tentar ir a Paris e, consequentemente, à Disneyland. Queria muito ir este ano e só não fui no ano passado porque não havia forma de conciliar as minhas férias com as do meu namorado, e quando dava jeito, eu não tinha o dinheiro. Enfim. Que 2020 me permita ir a Paris!

3. Chegar às 10,000 visualizações por mês.

Esta meta é um pouco utópica, mas decidi colocar na mesma só pela diversão de me puxar a trabalhar para tal. Sei que vai ser difícil, mas quem sabe se não consigo, não é? Vou criar conteúdo e tentar trazer coisas novas para o blog, fiquem atentos!


4. Fazer o livro chegar à segunda edição.

Novamente, uma meta um pouco difícil de conseguir, mas espero que seja este ano que consiga chegar à segunda edição e que as pessoas realmente gostem do meu livro. Caso estejam interessados, tenho aqui o prólogo e onde o comprar. Vou tentar implementar dicas dos cursos de marketing que tive e fazer umas magias por aqui e por ali!

5. Meditar três vezes por semana.

Passei cerca de uma semana a meditar todos os dias este ano. Pode parecer muito pouco para ter feito qualquer efeito, mas a verdade é que fez mesmo! Eu sentia-me mais leve e livre de pensamentos negativos e exaustivos. Óbvio que os números de vezes que estou a dar são só para ter uma base para começar; tudo o que vier depois, é um bónus muito bem-vindo.

6. Fazer exercício 2 vezes por semana.

Gostava de focar-me mais na minha saúde e bem-estar. Sei perfeitamente que quando me exercito que me sinto bem melhor depois e com mais energia e motivação para a vida, ainda porque deixo de ter tantas dores no corpo e durmo um pouquinho melhor. Queria começar com duas vezes por semana e, se puder, aumentar quando quiser, sem forçar muito, mas sem estagnar também.

7. Escrever 2 páginas por semana.

Isto de escrever é não só para desenvolver o hábito de escrita, mas também porque acredito que quanto mais escrevo e exercito esse músculo cerebral, menos bloqueios criativos tenho. Então, decidi que queria escrever, pelo menos, duas páginas no Word por semana. É uma meta que queria muito atingir para tentar acabar a sequela do meu livro e para desenvolver outras ideias que tenho em mente também.

8. Aprender francês.

Um dos grandes objetivos é mesmo aprender francês e ser quase fluente para poder visitar o meu namorado e não ter de depender dele para me traduzir as coisas ou falar por mim e, para, quem sabe, poder ir viver com ele no próximo ano! Decidi incluir porque desta vez estou mesmo a sério e mais empenhada do que nunca.

9. Melhorar alemão.

Para quem não sabe, licenciei-me em línguas e a língua que escolhi para aprender foi alemão. As minhas bases são bastante sólidas, acho, só que queria melhorá-lo ainda mais e, também, chegar a um nível quase fluente.

10. Escrever mais sobre o que me vai na cabeça. 

Por outras palavras e mais simplificado: journaling more. Não sei como se diz isso tão conciso em português, por isso teve de sair assim. Tal como a meditação, sinto realmente que me ajuda acalmar e a aliviar a tensão que sinto durante o dia. O ideal seria escrever de manhã e à noite, no entanto, sei que é quase impossível. Já só quero escrever, nem que seja só uma frase, todos os dias ou, então, quando estou realmente a precisar de desabafar.

11. Consumir mais revistas e podcasts.

           Acho que uma das fontes de inspiração que me falta são os podcasts e revistas. Recentemente adquiri a revista HAPPY e quero dizer que adoro os artigos que escrever e a maneira como a revista é estruturada. Fiquei curiosa com a revista da PRIMA e da MARIA VAIDOSA porque acho que trazem temas bastante interessantes para o quotidiano. Podcasts também ouço cerca de 3, mas queria alargar o horizonte com outros temas, além de ser só sobre lifestyle. Se tiverem recomendações, por favor, digam-me!

12. Encontrar um bom trabalho.

           Outro grande objetivo deste ano é mesmo encontrar um trabalho com o qual me identifique e com o qual me consiga ver a trabalhar uma vida inteira. Estou agora sem trabalho e espero mesmo conseguir encontrar um que me realize minimamente e que proteja o trabalhador, coisa que os trabalhos que tive não faziam. Enfim.

13. Aprender mais sobre marketing digital.

           Foi em 2019 que percebi que me interessava bastante por marketing digital e toda a área criativa por detrás dele. Fiz duas formações de 25h cada uma e adorei simplesmente voltar a estudar algo que me apaixonava e aprender algo diferente todas as vezes, e o facto de ser tão interativo e prático aumenta o interesse a triplicar. O objetivo era mesmo encontrar um estágio nesta área, se possível, para conseguir aprender mais, mas veremos.

14. Fazer a primeira tatuagem.

           Eu já tinha a data marcada para fazer duas tatuagens, mas tive um problema pessoal que me impossibilitou de concretizar este objetivo no ano passado, mas ainda vou a tempo este ano! Já sei quanto custam e tudo, e onde quero, então é só mesmo marcar o dia e rezar que não desmaie.

15. Comer menos carne e peixe + cozinhar mais.

Eu consegui reduzir significativamente o consumo de carne, principalmente porque começou a “enjoar-me”. Ainda como frango e peru, mas carnes vermelhas já não consigo comer como antigamente. Ainda assim, queria reduzir ainda mais e talvez basear-me numa alimentação com mais verduras e assim.
Queria cozinhar mais: eu sei cozinhar, mas queria ter aquela vontade de ser eu a preparar a minha comida porque, assim, também consigo controlar o que quero comer já que a minha família come imensa carne e é algo que quero evitar.

16. Criar conteúdo com mais consistência e regularidade.

           E com isto quero dizer que quero publicar duas vezes por semana no blog e uma vez no podcast (vai sair em breve!). Nas redes sociais preciso de planear de maneira totalmente diferente e perceber quais redes sociais preciso.

17. Acabar de escrever ADJACENTE.

Este objetivo está um pouco relacionado com o escrever mais e não há muito que se diga. Eu só quero ter tempo para articular as minhas ideias e poder dar-lhes vida.

18. Ser operada à miopia/estigmatismo.

Talvez seja possível concretizar este em junho se os valores ficarem os mesmos. O médico disse que era um procedimento bem simples e rápido. Então estou bem feliz porque significa que vou deixar de usar óculos e lentes, uma coisa que me impedia fazer certas coisas porque incomodava andar sempre de óculos ou sempre de lentes.

19. Aprender linguagem gestual.

Da mesma maneira que quero aprender francês e melhorar o alemão, sinto que língua gestual seria algo que se devia ensinar na escola para podermos ter um melhor entendimento com todas as pessoas. É uma habilidade que me interesso, da mesma maneira que quero aprender francês.

20. Desenvolver mais gratidão e amor-próprio.

É algo que eu queria criar o hábito: todos os dias escrever três coisas pelas quais estou grata e desenvolver o amor-próprio. Admito que melhorei bastante nestes dois fatores e estou feliz por tal ter acontecido, mas acho que poderia melhorar ainda mais.

           Bom, eu sei que escrever objetivos anuais é um pouco fatela, mas adoro ter coisas que quero fazer e sei que quais as quero fazer. Claro que há muitas outras coisas que queria aprender, desenvolver ou criar, mas prefiro manter-me assim com poucas do que tentar fazer muita coisa ao mesmo tempo.
           Contem-me nos comentários quais são as vossas resoluções de 2020 e o que querem fazer, ou se é alguma parecida com as que escrevi.
           Espero, muito honestamente, que 2020 seja um ano de criação e inspiração para vocês!
Até já,

    Diz o que pensas! ;)

    NEWSLETTER

    * indicates required



     

     

    %d bloggers like this: