✿ Desenvolvimento Pessoal

✿ o meu bullet journal para 2020 e como o estou a usar.

9 de Janeiro, 2020

         Com o início de 2020 vem a vontade de planear o ano para conseguir chegar aos nossos objetivos. Como sempre (apesar de esquecer-me de mostrar por inteiro), planeei e criei o meu bullet journal para este novo ano. Fiz um pequeno twist desta vez e criei mais páginas direcionadas para as minhas ambições a nível pessoal e profissional.

O Bullet Journal De 2018.

          Eu comecei a perceber que não usava o bullet journal só para me organizar – e é óbvio que o propósito é esse, mas a questão deste método é que tu fazes o que queres, como queres. Então, decidi criar mais páginas dedicadas aos meus objetivos de forma a melhorar a minha performance para os atingir. Apesar de não ter publicado como fiz em 2019 e apesar de ser bastante mais direcionado para objetivos, não era exatamente como eu queria.

          O começo é bastante simples, só tem a dizer o ano e uma frase que gosto muito que meia que a inventei. “Acredita e vai acontecer”. É a frase que quero usar para descrever o ano e para me inspirar quando me sentir mal. Comecei adotar esta vibe de “identifica o teu ano” porque, muito honestamente, estes últimos anos não consigo descrever o meu ano além da palavra “caótico”.

Vocês vão poder reparar, se ainda não notaram, que o meu bullet journal tem muitas frases motivadoras para não me esquecer que mesmo que as coisas fiquem más, tenho de continuar.
Do lado esquerdo tem a frase “mesmo quando te fazem duvidar, lembra-te do porquê.” com recortes de letras das revistas. Devo dizer que foi a página que deu mais trabalho só para conseguir encontrar as letras corretas e do tamanho certo.
Do lado direito tem um calendário do ano de 2020 para poder ver quais são os feriados e poder ver o ano inteiro de uma só vez. Mais para a frente vou fazer um artigo sobre como pretendo organizar-me neste novo ano visto que decidi mudar imensas coisas para que possa ser mais prática.

Estas duas páginas já tinha incluído em 2019 e achei-as muito pertinentes pelo facto de a primeira ser uma reflexão do ano anterior e a segunda ser aquilo que espero fazer no ano atual. É uma maneira muito simples de fazer um balanço e perceber o que quero melhorar, onde falhei e o que ainda quero manter do ano anterior.

Os Meus Objetivos De 2020.

Não é estranho a ninguém que me segue que a lista de 101 desejos em 1001 dias me segue para onde quer que eu vá e até me ajuda a espaçar os meus objetivos pelos meses para que consiga concretizar todos os 101 desejos. Desde que criei a lista já preenchi 14 desejos e ainda tenho até a Abril de 2021 para o resto. É óbvio que desde então que há coisas que já não tenho tanta vontade de ter, mas é sempre bom perceber o quanto tu mudas em 2 anos.

101 Desejos em 1001 Dias.

          Muito raramente me lembrava de quando trocava de lentes, quando limpava o carro ou os pincéis de maquilhagem e quando trocava de caixa das lentes, então decidi criar esta página para me ajudar a manter-me a par disso. Ainda só tenho estas quatro coisas aqui porque são as principais.

          Esta é uma das minhas páginas favoritas e não tomo muita atenção a ela, infelizmente. Basicamente, chama-se Nível Dez da Vida e consiste em perceber onde estás a todos os níveis da tua vida. Há níveis que estás melhor, outros estás super mal, e o objetivo é criar um plano para melhorar esses níveis e chegar ao nível 10 de satisfação. Novamente, criei isto em 2019 e desde então alguns objetivos mudaram totalmente, ainda assim, ajuda bastante para perceber o que é que está mal e o que queres melhorar.

          Eu costumava fazer um rastreador de hábitos a cada mês e tornava-se um pouco cansativo porque eu não era nada prática com isso. Ora, decidi introduzir um rastreador baseado numa dutch door (que são aquelas páginas que cortei para criar “espaço extra” de forma a não teres de usar uma página diferente. Desta maneira, consegues ver tudo nas mesmas duas páginas, invés de estar a passar para a seguinte.
          Ora, os hábitos que decidi seguir-me foram journaling, blog seja escrever ou publicar, exercício físico, água, alemão e francês, escrever e ler. Novamente, como não era prática na criação disto, fazia uma lista enorme de coisas que precisava de fazer e não era nada sustentável por isso foquei-me nestes apenas.

          Estas páginas são dedicadas ao facto de eu querer melhorar o meu alemão e de querer aprender francês. Eu achava que devia forcar-me só numa língua, mas vejo gente aprender tipo 12 línguas ao mesmo tempo então deixei de ver que há mal em querer duas. Decidi dividir as páginas em 3 e escrever os o porquê de querer aprender as línguas, os recursos que posso usar e os objetivos que tenho com a aprendizagem das mesmas. No final coloquei um post-it para escrever o horário, mas não sei ainda se vou definir um horário específico.


          Estas duas folhas são bastante explicativas por si mesmas. São para fazer uma chuva de ideias do que falar no blog e no podcast. SIM! EU TENHO UM PODCAST! Foi algo muito recente e amanhã vai sair o episódio 1! Podem sempre dar dicas do que deva falar, tanto no blog como no podcast, eu estou sempre à procura de coisas novas para publicar.

Podcast Cresce e Aparece no Anhor

          Decidi criar uma tabela para as redes sociais e acompanhar o crescimento das mesmas, juntamente com as visualizações do blog e as escutas do podcast. No final de cada mês meto o valor que tenho em tudo tento ver se as medidas de implementação que estou a criar para crescer se estão a resultar ou não. Na página seguinte é para criar uma lista de coisas que posso melhorar a nível de criação de conteúdo ou de estratégias. Achei giro fazer para poder estar a par do que posso fazer.

          Da mesma maneira que criei aquelas páginas para as línguas que quero aprender, criei esta página de Fitness para me ajudar a medir onde estou e o porquê de querer juntar-me a esta jornada. Logo a seguir coloquei as coisas que já consegui fazer e superar para também me dar motivação para qualquer objetivo que eu queira concretizar, especial este da saúde que é um pouco difícil para mim.

          Aqui decidi fazer um plano de três anos depois de ter visto um vídeo da Kalyn Nicholson onde ela falou sobre o seu plano e como o construiu e eu achei “porque é que não faço um também?”. Os meus objetivos nunca foram direcionados para serem desconstruidos e talvez seja por isso que alguns tenham falhado. Então decidi fazer este plano e a ideia para o primeiro ano é desconstruir por cada mês do ano o que queres fazer. Acho uma ótima ideia para te dar uma visão geral do que podes fazer para chegares ao teu sonho.

          Estas nove páginas seguintes foram inspiradas na Alivia D’Andrea e no seu Glow Up Diary. São páginas para te relembrares de como vais estar depois de conseguires ser segura de ti mesma, consistente com os teus hábitos e persistente quando as coisas falham.

Estas primeiras páginas são basicamente para descrever como seria a minha vida perfeita, a minha vida de sonho. A primeira é um círculo da vida em que envolve coisas positivas e que se as fizer e tiver em conta na minha vida, vai causar mais felicidade e estabilidade emocional.

          A segunda, terceira e quarta página são questões para responder como se já estivesses na tua vida de sonho e como é que te sentirias. A maneira que pensei em responder a estas perguntas foi mesmo responder no presente como se já estivesse a viver aquela vida. Basicamente as perguntas são:

1. Quais são os sentimentos sobre a vida? 2. O que é que ela faz? 3. Como se sente quando se olha ao espelho? 4. Que hábitos tem? 5. O que é que ela come? 6. Como é o seu físico? 7. Quem a rodeia? 8. Como é a sua ética de trabalho? 9. Como é o seu estilo de roupa? 10. Como é que ela responde aos que a rodeiam?

          Estas duas páginas são para te mostrar onde estás e como podes chegar onde queres estar. Basicamente escrevi a situação atual – como estou emocionalmente, mentalmente e fisicamente, e onde quero estar. A página seguinte é sobre o que preciso de fazer para conseguir chegar onde quero: para chegar aos objetivos que quero preciso de criar hábitos que requerem disciplina e equilíbrio.

          Esta é a rotina matinal e de noite que eu adorava ter num dia perfeito. Não há muito que explicar aí. A outra página é sobre os hábitos que preciso de mudar para conseguir ser melhor. Numa coluna tem os hábitos antigos e os hábitos novos que preciso de criar. Em baixo tem uma lista de coisas que posso fazer quando sentir pena de mim e quando me sentir mal e que preciso de voltar aos hábitos antigos para me “castigar”.

          Esta página das perguntas é ainda da youtuber que mencionei atrás. Basicamente são perguntas de o que queres fazer e porquê. Essas são logo as duas primeiras perguntas, as seguintes são “O que é que te impede” e “como é que vais fazê-lo“. São perguntas que acho muito pertinentes, novamente, relembrar-te do que queres quando estiveres desmotivada.

          A página seguinte (e é bastante óbvio que está incompleta e mal destribuida, peço desculpa), é sobre coisas que eu não consigo controlar e preciso de me lembrar disso todas as vezes que alguém é mau comigo ou recebo um não. Às vezes, não dá mesmo para controlar mesmo que dês o teu melhor. São coisas que acontecem.

          Não há maneira de trabalhar nos teus objetivos sem um pouco de cuidado próprio e sem tomares conta da tua mente, do teu corpo, do teu coração e da tua alma. E é por isso mesmo que fiz esta página com inspiração no Pinterest. Fiz uma lista para cada critério de coisas que posso fazer para me sentir melhor e adorei mesmo o incentivo que dá e as ideias que dá quando não estás a pensar em fazer-te sentir melhor sequer.

          Esta é a folha final e uma das minhas favoritas também! É a página de janeiro e decidi mudar totalmente a maneira como desenho o meu mês. Invés de fazer caixinhas para colocar os eventos ou coisas que precisava de fazer naquele dia, distruibui os números do mês numa linha e fiz duas colunas imaginárias onde de um lado escrevo as coisas pessoais e noutro lado escrevo coisas para o podcast ou blog. No final do mês tento lembrar-me de dar um feedback desta maneira nova!

          Na página seguinte inspirei-me num post que vi no Instagram em que fiz cinco caixas: a primeira são para as minhas três prioridades do mês, a segunda são 3 hábitos a desenvolver, a terceira é uma lista de tarefas gigante para o mês para depois espalhar pelos dias, uma caixa para uma chuva de ideias aleatória e a última é para coisas que preciso de lembrar para o próximo mês. Acho que é algo bem prático e bem giro para me organizar melhor sobre aquilo que quero fazer durante o mês.

          Então, este é o meu bullet journal deste ano e estou muito feliz com ele. O caderno em si é da Tyger, já agora! Eles fizeram estes cadernos muito giros em várias cores e são pontilhados por apenas 4€ e, devo dizer, que a qualidade deles é incrível. As folhas são muito boas e eu uso caneta de gel e não passa para o outro lado.

          Espero que tenham gostado e eu sei que pode ter imensos erros de ortografia – peço desculpa, Camões! Por hoje é tudo.

Até já,

    Diz o que pensas! ;)

    Blog Stats

    • 287 hits

    %d bloggers like this: